> Viagens-pelo-Mundo

Viagens-pelo-Mundo

3/24/2015

VIAGENS NO NOVO MUNDO À VENDA NA FNAC E LIVRARIAS

CAPA DO LIVRO


O LVRO VIAGENS NO NOVO MUNDO, DO AUTOR DESTE BLOGUE, ANTÓNIO ROCHA, JÁ SE ENCONTRA À VENDA NA FNAC, NAS LIVRARIAS E NOUTROS POSTOS DE VENDA, O LIVRO DESCREVE AS VIAGENS AO CONTINENTE AMERICANO DE ANTÓNIO ROCHA, QUE PERCORREU UMA VASTA ÁREA, INCLUINDO OS ESTADOS UNIDOS (3 VIAGENS), O MÉXICO (2 VIAGENS), AS CARAÍBAS (4 VIAGENS) E QUASE TODA A AMÉRICA DO SUL (1 LONGA VIAGEM) E O BRASIL 4 VIAGENS). O LIVRO CONTÉM TAMBÉM CURIOSIDADES SOBRE OS PAÍSES E AS CIDADES VISITADAS E TEM TAMBÉM 117 FOTOS, TODAS DEVIDAMENTE ENQUADRADAS E TODAS LEGENDADAS,

3/20/2015

CINE CLUBE DE VISEU COMEMORA 60º ANIVESÁRIO

FOTO TIRADA NO 30º ANIVERSÁRIO DO CINE CLUBE, COM O RICARDO PAIS, COMIGO  ANTÓNIO ROCHA, COM O ARMANDO , ENTÃO PRESIDENTE,, E COM O ALEX OLHO DE GATO



SOMBRAS E CLARIDADES
NOS 60 ANOS
DO CINE CLUBE DE VISEU
O Cine Clube de Viseu comemora este ano 60 anos de existência. Trata-se de uma instituição que foi importante tanto sob o ponto de vista político como sob o ponto de vista cultural. Criado durante a vigência do regime fascista, o Cine Clube de Viseu foi durante os primeiros anos da sua existência uma entidade divulgadora daquilo que na altura se considerava o bom cinema.
É certo que, consultando agora a programação dessa época, se vê que muitos dos filmes exibidos nessa altura não passavam de películas pretensiosas ou de banais mediocridades. Enfim, os critérios de qualidade e os gostos variam conforme as épocas e as circunstâncias sociais e políticas. Mas a principal característica do Cine Clube de Viseu era o facto de ser uma associação de pessoas antifascistas, que assim combatiam, com as armas da cultura, o regime ditatorial português.
Quando entrei para o Cine Clube de Viseu, ainda no meu tempo de estudante, não percebia nada de cinema. Mas é óbvio que o fiz porque sabia que ia encontrar nessa associação pessoas democráticas como eu. A minha opção, como a da maior parte das pessoas que entraram para os cine clubes nessa altura, era um opção principalmente política.
E essas pessoas, que assistiam às sessões do cine clube no Cine Rossio de boa memória, eram antifascistas, mas não eram sequer pessoas revolucionárias, muito longe disso. Eram, pelo contrário, pessoas que pertenciam à chamada alta sociedade viseense e que não abdicavam sequer dos seus lugares marcados nas sessões de cinema comerciais normais no Cine Rossio. Podemos dizer que era um clube de cinema elitista, formado na sua maioria por doutores, numa altura em que um curso superior tinha um valor que hoje já não tem.
Posteriormente, entrei numa direcção do Cine Clube de Viseu, ainda no tempo da ditadura. Era uma direcção presidida pelo Dr. João Lima, de que faziam parte, entre outros, o Jorge Teixeira, o Dr. Sá Correia e o Humberto Liz. Este último é uma figura importante, pois foi o fundador e o principal impulsionador do cine clube durante muito tempo. Ainda nos lembramos do primeiro filme por nós escolhido e exibido, a fabulosa obra-prima do genial realizador George Cukor, As Girls. Bons tempos, em que o cine clube ainda exibia filmes americanos!
Foi uma sessão muito concorrida, para a qual convidámos o Governador Civil do distrito, o Presidente da Câmara da cidade de Viseu e outras individualidades. Enfim, os tempos ainda eram de ditadura, mas o governo de Marcello Caetano prometia uma abertura que depois não se concretizou. Claro que na altura em que integrei a direcção do Cine Clube de Viseu eu já percebia bastante de cinema, embora não tivesse ainda frequentado a Escola Superior de Cinema do Conservatório de Lisboa.
Era aliás uma época propícia à divulgação do bom cinema, com as pessoas fortemente interessadas em filmes polémicos e proibidos de grande qualidade, alguns dos quais a censura aos poucos ia deixando exibir. Efectivamente, com Marcello Caetano a censura tornou-se gradualmente menos repressiva e os cine clubes obviamente também lucraram com o clima de abertura em que então se vivia.
Convém ainda acrescentar que no tempo do fascismo os cine clubes eram dirigidos em moldes democráticos e não me consta que houvesse expulsões e purgas. Infelizmente, com o advento da liberdade é que as coisas se complicaram no que concerne à democraticidade do funcionamento dos cine clubes.
O processo aliás é fácil de explicar, no que respeita ao Cine Clube de Viseu. Dentre as pessoas de esquerda que formavam o seu núcleo dirigente, as mais moderadas foram banidas ou foram-se afastando. Também foram afastadas pessoas de uma certa esquerda, como foi o caso do Dr. Perfeito Lopes, uma pessoa muito culta, que foi  presidente durante os anos conturbados do PREC. À divisa antifascista dos tempos da resistência seguiu-se a divisa comunista e, após a derrocada do comunismo, seguiu-se a adesão ao terrorismo e um anti-americanismo feroz e, a nível interno, uma política pidesca de controlo e de censura dos cine clubistas moderados, pluralistas e democráticos.
E daí que numa recente entrevista a um jornal local um dirigente do Cine Clube de Viseu se tenha gabado de não exibir filmes de Hollywood nas suas sessões. E daí que o cine clubista Joaquim Alexandre, mais conhecido por Alex, na altura em que era director do jornal do cine clube, o Argumento, me tenha proibido a publicação de um artigo meu bastante crítico em relação aos critérios de exibição de filmes no Auditório Mirita Casimiro, critérios esses que por sinal levaram à desertificação da sala e ao fim da colaboração entre o cine clube e a direcção do Centro Cultural Distrital de Viseu, entidade proprietária do Auditório Mirita Casimiro.
Enfim, por ter pretendido exprimir a minha opinião e exercer consequentemente o meu direito à liberdade de imprensa no jornal do cine clube, a direcção do cine clube afastou-me dos cargos que desempenhava  e posteriormente os dirigentes de então, sob o comando do José Fernandes, um indivíduo  sinistro e um estalinista fanático, até mudaram as fechaduras para evitar que continuasse a frequentar a sede. Mas eu não fui o único cine clubista expulso, houve inúmeros casos de purgas no Cine Clube de Viseu, como foi o caso do João Carvalho, do Jorge Humberto, do Dr. Fernando, do Sousa, do Duarte, do Morim, do Prof. Albuquerque e de muitos outros.
E é assim, com todo este negro passado de ilegalidades, de atropelos à liberdade e de censura que os actuais dirigentes do cine clube comemoram os 60 anos da instituição. Eu até gostaria de colaborar, pois amo muito o Cine Clube de Viseu, mas falam mais alto as humilhações que me infligiram e o dever de solidariedade para com todos os camaradas cine clubistas injustamente banidos. E é pena que todos estes actos vergonhosos tenham acontecido nesta veneranda instituição, pois o Cine Clube de Viseu já foi um farol e uma luz que nos alumiou e que nos amparou durante os longos anos da tenebrosa noite fascista.

Viseu, 7 de Março de 2015
ANTÓNIO ROCHA

3/17/2015

ALEX, ZÉ FERNANDES E O LIVRO CINE CIDADE NO CINQUENTENÁRIO DO CINE CLUBE






  O livro Cine Cidade, da autoria de Fernando Giestas, é uma edição do Cine Clube de Viseu e tem como propósito narrar a história dos cinquenta anos do Cine Clube de Viseu. O livro fala dos filmes apresentados pelo Cine Clube, das salas onde esses filmes foram exibidos e fala também dos protagonistas que intervieram na história do Cine Clube.
No capítulo referente aos protagonistas, aparece o Zé Fernandes, que é o grande mentor e ditador do Cine Clube de Viseu, cuja sigla, CCV, também significa, na prática desse estalinista disfarçado de cinéfilo, Comité Central de Viseu. Toda a gente sabe que o Zé Fernandes é um jesuíta com vocação de inquisidor que só não manda matar os inimigos porque não pode. Embora fosse de recear o pior, apesar de tudo foi com grande espanto que li algumas páginas deste livro. Nessas páginas aparece com algum destaque um professor primário licenciado pela Universidade da Via Rápida de Mangualde, que se chama Joaquim Alexandre, mas que é mais conhecido por Alex e por Olho de Gato. Esse indivíduo é dirigente do Cine Clube de Viseu e foi director do jornal do Cine Clube, Argumento.
Acontece que esse Alex, na qualidade de director do Argumento, censurou e proibiu a publicação de um artigo meu nas páginas do jornal do Cine Clube, porque nesse artigo eu criticava as escolhas do Cine Clube no que concerne à programação de cinema do Auditório Mirita Casimiro, escolhas essas que estavam a desertificar o auditório e que aliás levaram ao encerramento do mesmo.
Agora esse Alex tem o descaramento de dizer no livro Cine Cidade que foi ele e não eu o censurado. Com efeito, não foi ele mas o secretário-geral e super-director do CCV, Zé Fernandes quem proibiu a publicação do meu artigo, o que mostra aliás que o Alex como director do Argumento era um pau mandado e um bananas. E lamenta-se o bananas do Alex que com a proibição do Zé Fernandes ao meu artigo ele já não teve possibilidade de publicar um desmentido. É preciso ter lata para descer tão baixo. O que eu digo a esse menino anão Alexandre é que não é conveniente brincar com a liberdade de imprensa, pois a liberdade de imprensa é uma coisa séria e por isso deve ser discutida apenas por gente séria, adulta e democrática e não por gente cínica e antidemocrática como é o caso dele.
Outra frase que aparece no livro e que merece destaque é do Zé Fernandes e nela esse sinistro dirigente do Cine Clube de Viseu até se gaba de me ter excluído dos corpos gerentes do Cine Clube, dizendo que ou ficava ele ou ficava eu, eu António Rocha, evidentemente. Claro que a razão de tudo isto se deve ao facto de eu gostar de todo o cinema, incluindo o cinema americano, e de não ser nem comunista nem antidemocrático nem adepto do terrorismo.
Mas agora eu volto a dizer ao Zé Fernandes que não sou nem nunca fui contra o cinema americano nem contra os Estados Unidos da América e que também não sou nem nunca fui adepto do terrorismo ou simpatizante de quaisquer meios violentos e sangrentos de combate político.
E que consequentemente trabalhar com um comunista adepto do terrorismo como o Zé Fernandes no Cine Clube de Viseu estava fora de questão. Podia portanto o Zé Fernandes estar descansado que eu nunca mais voltaria a ser dirigente do Cine Clube de Viseu nem com ele nem com o professor primário licenciado pela Universidade da Via Rápida de Mangualde que lhe lambe as botas. Quanto aos outros que faziam parte desses corpos directivos do passado, alguns eram boas pessoas e bons amigos, como é o caso do Armando, do Sousa, do Zé Alfredo e do João Carvalho. E desses guardo muito boas recordações. Em relação aos restantes, com as excepções referidas, já há muito tempo lhes perdoei.

ANTÓNIO ROCHA

3/02/2015

ARISTIDES DE SOUSA MENDES NO PANTEÃO NACIONAL



AGORA QUE A ASSEBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA JÁ APROVOU A IDA DE EUSÉBIO PARA O PANTEÃO NACIONAL, ONDE ESTÃO OS GRANDES VULTOS DA HISTÓIA E DA CULTURA PRTUGUESA, INCUINDO A GRANDE AMÁLIA RODRIGUES, IMPÕE-SE TAMBÉM A IDA DE ARISTIDES DE SOUSA MENDES PARA O PANTEÃO NACIONAL, POIS ESTE HOMEM COM H GRNDE QUE DESAFIOU O DITADOR SALAZAR PARA SALVAR MIHARES DE JUDEUS QUE FUGIAM DA FRANÇA OCUPADA PARA ESCAPAR  AOS NAZIS E À MORTE DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. FOI UM HOMEM BOM E UM HERÓI E NESSA QUALIDADE JÁ DEVIA HÁ MUITO TEMPO ESTAR NO PANTEÃO NACIONAL.
ANTÓNIO ROCHA
 Aristides de Sousa Mendes
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Aristides de Sousa Mendes

Nome completo
Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches
Conhecido(a) por
Salvar as vidas de mais de 30 000 refugiados que buscam escapar do terror nazi durante a Segunda Guerra Mundial.
Nascimento
Morte
3 de abril de 1954 (68 anos)
Lisboa, Portugal






Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches GCCOL (Carregal do Sal, Cabanas de Viriato, 19 de Julho de 1885Lisboa, 3 de Abril de 1954) foi um cônsul Portugues.
Cônsul de Portugal em Bordéus no ano da invasão da França pela Alemanha Nazi na Segunda Guerra Mundial, Sousa Mendes desafiou ordens expressas do ditador António de Oliveira Salazar que acumulava a função de ministro dos Negócios Estrangeiros, e durante cinco dias concedeu milhares vistos de entrada em Portugal a refugiados de várias nacionalidades que desejavam fugir da França em 1940.
Por muitos considerado um herói, Aristides de Sousa Mendes terá salvado dezenas de milhares de pessoas do Holocausto. Chamado de "o Schindler português", Sousa Mendes também teve a sua lista e salvou a vida de milhares de pessoas, das quais cerca de 10 mil judeus.1 .

2/06/2015

VIAGEM À TAILÂNDIA, AO VIETNAME, A MACAU, ÀS FILIPINAS E À INDONÉSIA

Mapa de Phuket- Phuket map

Mapa das Filipinas - Philippines nap
CAPITAISTAILÂNDIA – BANGKOK
VIETNAME – HANÓI
MACAU – MACAU
FILIPINAS – MANILA
INDONÉSIA – JAKARTA

MOEDASTAILÂNDIA – BAHT
VIETNAME – DONG
MACAU – PATACA
FILIPINAS – PESO
INDONÉSIA - RUPIA


Na Tailândia, em Patong,
com as garotas das massagens
In Thailand, in Patong,
with the massage girls.

Em Patng - In Patong


Em Patong - In Patong

Em Phuket, na praia de Patong
In Phuket, in the Patong beach


Em Hanói, com uma vietmanita
In Hanoi, with a local girl
Em Hanói, com o guia
In Hanoi, with the guide
No Vietname, em Ha Long Bay
In Vietnam, in Ha Long Bay

Em Ha Long Bay - In Ha Long Bay

Em Ha Long Bay - In Ha Long Bay

Em Ha Long Bay - In Ha Long Bay


Em Ha Long Bay - In Ha Long Bay


Em Hanói, no templo de Cunfúcio
In Hanoi, in the Confucius temple

No templo de Confúcio
In the Confucius temple
Em Hanói - In Hanoi


Em Hanói - In Hanoi


Na velha Hanói - In the old Hanoi


Em Hanói, con um amigo sul-coreano
In Hanóui, with a South-Korean friend

Em Hanói, num passeio de rickshaw
In Hanoi, in a rickshaw stroll


Em Macau, com a estátua da deusa Á Má
In Macau, with the statue of Á Má

Em Macau, no templo da deusa Á Má
In Macau, in the temple of Á Má

Em Macau, com um amigo filipino
In Macau, with a Phillipino friend


Em Macau, nas ruínas
da Igrejade S. Paulo
In Macu, in the ruins
of the S. Paulo Church


Em Macau, na Fortaleza do Monte
In Macau, in the Fortaleza do Monte


Numa rua de Macau, à noite
In a street of Macau, at night
Numa rua de Macau, à noite
In a street of Macau, at night
Nas Filipinas, em Manila, na velha cidade espanhola
In Phillippines, in Manila, in the old spanjsh city
Em Manila, na velha cidade espanhola
In Manila, in the old Spanish city
Em Manila, na velha cidade espanhola
In Manila, in the old Spanish Manila
Na catedral de Manila
In the Cathedral of Manila
Na Indonéria, em Bali, no resort do hotel
In Indonesia, in Bali, in the resort of the hotel
Em Bali, com Nani - In Bali, with Nani Em Bali, com Adi - In Bali, with Adi


Em Bali, com Nani - In Bali, with Nani

UMA VIAGEM DE SONHO À TAILÂNDIA
AO VIETNAME, A MACAU,
ÀS FILIPINAS E À INDONÉSIA
Aproveitando o último período de férias do ano de 2007, fizemos uma viagem de sonho a vários países do oriente. Começámos por Phuket, na Tailândia, onde estivemos pele terceira vez. Desta vez ficámos no centro da cidade turística de Patong, no Hotel Patong Resort, pois o Hotel Le Meridien, onde nos hospedámos nos dois anos anteriores, não tinha quartos disponíveis na altura.
Patong é uma cidade turística que não só recuperou completamente dos enormes danos causados pelo tsunami, como se desenvolveu imenso. As suas ruas à noite estão profusamente iluminadas, com lojas do comércio, cafés, bares, restaurantes e com enormes discotecas.
Visitámos algumas discotecas e constatámos que nelas havia muitas garotas e muita animação. Patong, que no ano passado só tinha uma discoteca, tem agora cinco novas discotecas, novos bares e novos restaurantes. Patong está a desenvolver-se freneticamente e é hoje um dos lugares turísticos mais apetecidos do mundo.
Tem uma praia maravilhosa, tem óptimos hotéis e restaurantes, tem muitas casas de massagens e tem uma animação nocturna absolutamente excepcional. Um italiano que há dezanove anos passa as suas férias em Patong disse-nos estar verdadeiramente espantado com o desenvolvimento de Patong, especialmente nos últimos anos.
A seguir a Phuket, voámos para Hanói, no Vietname, onde estivemos dois dias completos. O principal objectivo da nossa visita a Hanói era conhecer a baía de Ha Long, que é considerada um dos cinco lugares mais belos do mundo. Nós fizemos portanto o percurso até Ha Long Bay a partir de Hanói, que fica a cento e sessenta quilómetros de Ha Long Bay.
Em Ha Long Bay fizemos um cruzeiro, tendo ocasião nesse cruzeiro de apreciar a espectacular paisagem da baía, com as suas inúmeras ilhas-colinas plantadas sobre o mar. O barco avançava lentamente por entre as formações rochosas, que de mais perto se via que eram todas verdejantes. O deslumbrante cruzeiro na baía de Ha Long terminou com a visita a duas grutas, a Heaven Cave e a gruta em que foi rodada uma sequência do filme 007, O Amanhã Nunca Morre.
No dia seguinte fizemos o city tour da capital do Vietname, tendo visitado a velha Hanói e o templo de Confúcio e tendo assistido a um espectáculo no Water Puppet Theatre. Hanói não é uma cidade muito bonita. Algumas das suas ruas têm os passeios degradados e cheios de lixo. Quanto ao trânsito, maioritariamente constituido por motocicletas, é verdadeiramente caótico. E nós tivemos uma divertida experiência da balbúrdia do trânsito, pois a primeira parte do nosso city tour foi feita na motocicleta do nosso guia.
Hanói é hoje uma cidade com uma grande quantidade de turistas, graças à proximidade de Ha Long Bay, mas evidentemente que não é uma cidade tão bonita como é Saigão. Mas tal como em Saigão, os hotéis de cinco estrelas de Hanói são fabulosos e têm dancings com garotas para atrair os turistas. À semelhança do governo da China, o governo comunista do Vietname já abandonou o marxismo e aposta agora no turismo, no capitalismo e no progresso. E a língua estrangeira ensinada nas escolas é o inglês e não o russo ou o chinês.
A etapa seguinte da nossa viagem foi Macau, que é uma cidade que durante o dia é muito bonita e que à noite é um festival de luz e de cor. Macau é hoje uma cidade muito importante, pois tem trinta e dois casinos e por isso mesmo é considerada a Las Vegas do oriente. Nós visitámos um dos seus casinos mais importantes, o Casino Lisboa, e ficámos espantados com o luxo das suas salas de jogo. Também visitámos o templo da deusa Á Má, que está na origem do nome de Macau.
Em Macau pagam-se poucos impostos e a saúde e o ensino são gratuitos, pois ao governo quase que bastam as receitas do jogo para equilibrar as finanças. Em Macau visitámos as ruínas da Igreja de São Paulo e o Fortaleza do Monte, incluídas no centro histórico, que é património mundial da humanidade da UNESCO. E ainda passámos por outros sítios ligados a Portugal.
Mas é evidente que Portugal está a desaparecer de Macau. Aliás, não encontrámos ninguém em Macau a falar português. Nem sequer ouvimos a nossa língua num restaurante português onde jantámos, em que os pratos são portugueses, mas as línguas são o chinês e o inglês.
A seguir visitámos Manila, a capital das Filipinas. Manila tem uma enorme área metropolitana, a Metro Manila, constituída por várias cidades, com um total de vinte e cinco milhões de habitantes. A cidade de Manila não é particularmente bonita e nem sequer é uma típica cidade oriental, pois a maioria esmagadora da população das Filipinas é católica.
Os lugares mais interessantes de Manila são a baía de Manila e a cidade antiga fortificada de Manila, a chamada cidade intramuros, com vestígios da colonização espanhola e da luta dos filipinos pela independência. Aliás, o nome do país, Filipinas, tem a sua origem no rei Filipe II de Espanha, que também foi rei de Portugal.
Para terminar esta viagem de sonho ao oriente, estivemos sete dias na ilha paradisíaca de Bali, na Indonésia, noHotel Santika Beach, em Kuta, a trabalhar para o bronze, a nadar e a fazer longas caminhadas nas deslumbrantes praias de Kuta. Chegava enfim ao fim mais uma viagem de sonho por terras do oriente.

TEXTO EM INGLÊS

A WONDERFUL TRIP TO THAILAND,
VIETNAM, MACAU, PHILIPPINES
AND TO INDONESIA

Enjoying the last holiday period of 2006, we went to a marvellous journey to South East countries. Firstly, we visited Phuket, in Thailand, where we have already gone for the third time. This time we stayed in the centre of the tourist town of Patong, in the Patong Resort Hotel, therefore the Le Meridien Hotel, where we stayed in the two previous years, did not have available rooms at the time.
Patong is a tourist town that not only recovered completely from the enormous damages because of tsunami as it has truly developed since then. Its streets at night are luxuriously illuminated, with all the commercial stores, coffees, bars, restaurants and with enormous discotheques.
We visited some discotheques and we noticed that there were many girls and much animation. Last year Patong only had a discotheque, now it has five new ones, new bars and new restaurants. Patong has frenetically developed itself and it is, today, one of the most desirable tourist places of the world.
It has a wonderful beach, excellent hotels and restaurants, many houses of massages and it has an absolutely amazing night life ambiance. A forty year old Italian man, who has spent his holidays in Patong, said to feel truly frightened with the development of Patong, especially along these recent years.
After Phuket we flied to Hanoi, in the Vietnam, in where we have stayed for two days. The main goal of our going to Hanoi was to visit the bay of Ha Long, which is considered one of the five most beautiful places in the world. We made therefore the passage to Ha Long Bay from Hanoi, that is nearly one hundred and sixty kilometres from Ha Long Bay.
In Ha Long Bay we made a cruise, having an opportunity to appreciate the spectacular landscape of the bay, with its innumerable island-hills planted on the sea. The boat went slowly among the rocky formations, that closer all seemed so greenish. The flaring cruise in the bay of Ha Long finished with a visit of two caves, the Heaven Cave and the cave where one of 007 Tomorrow Never Dies film sequence was filmed.
In the following day, we made a tour through the capital of Vietnam, having visited the old Hanoi and the temple of Confucius and having seen a show in the Water Puppet Theatre. Hanoi is not a very pretty city. Some of its streets have the pavements in bad shape and full of garbage. About the traffic, in its majority is based on motorcycles, which is truly chaotic. We had an amusing experience of that unusual and chaotic traffic, therefore the first part of our city tour was made on the motorcycle of our guide.
Today, Hanoi is a city with a great amount of tourists, thanks to the proximity of Ha Long Bay, but evidently that it is not so pretty city as Saigon is. But as in Saigon, the five-star hotels of Hanoi are fabulous and have dancing places with girls to attract the tourists. To the similarity of the government of China, the communist government of the Vietnam has already abandoned the Marxism and take now some chances on the tourism, the capitalism and the progress. The only foreign language taught in schools is English and not Russian nor Chinese.
The following destination of our trip was Macau. That is a city that during the day is very pretty, moreover it seems to be a festival of colour and light at night. Today, Macau is a very important city. It has thirty two casinos therefore it is considered the Las Vegas of the east. We visited one of its most important casinos, the Casino Lisboa, and we were astonished by the luxury of its game rooms. We also visited the temple of the Goddess A Ma, which is in the origin of the name of Macau.
In Macau few taxes are paid and health and education are free, therefore to the government almost the money from the game to balance the finances is enough. In Macau we visited the ruins of the Church of S. Paulo and the Fortress of the Mount, enclosed in the historical centre, which is included in UNESCO’s World Heritage. In addition to this we passed through other places related to Portugal somehow.
However, it is clear that Portugal is losing its presence in Macau. By the way, we did not find anybody speaking Portuguese there, not even in a Portuguese restaurant where we had dinner. The recipes are Portuguese but people only speak Chinese or English.
Our next destination was Manila, the capital of the Philippines. Manila has an enormous metropolitan area, the Metro Manila, consisting of some cities, with a total of twenty five million inhabitants. The city of Manila is not particularly pretty and not even it is a typical eastern city, therefore the great majority of the population of the Philippines is catholic.
The most interesting places in Manila are the bay of Manila and the strengthened old city of Manila, the walled city, with vestiges of the Spanish settling and of the fight of the Philippines for independence. By the way, the name of the country Philippines has its origin in king Fillip II of Spain, who also was king of Portugal.
To finish this journey of dreams to the east, we spent seven days in the paradisiacal island of Bali, Indonesia, at Santika Beach Hotel, in Kuta. We took some splendid sunbaths, we swam and we went to long walks along the flaring beaches of Kuta. At last, our wonderful journey through lands of the east reached the end.

ITINERÁRIO
BERRELHAS TURISMO
Outubro - Novenbro de 2007
Programa para o Dr. António Rocha
1º Dia-22/Outubro -Porto/Frankfurt/Bangkok

LH 4555 -Porto/Frankfurt - Partida 06h30
Chegada 10h05 TG 921- Frankfurt/ Bangkok
Partida 15h05 Chegada 06h40(23Oct)
2º Dia-23 Outubro – Bangkok /Phuket

TG 921 - Partida 08h00 chegada 09h20

Estadia Hotel Patong Rseort de 23/10 a 28/10
em regime APA – 5 noites - 1 Quarto Single
7º Dia-28 de Outubro – Phuket/Bangkok/Hanoi

TG 986 - Phuket/Bangkok - Partida 15h00
chegada 16h25

TG 684 - Bangkok /Hanoi - Partida 17h50
chegada 19h40

Transfer Aeroporto/Hotel/Aeroporto em Hanoi
Estadia Hotel Fortuna de 28/10 a 31/10 – 3 noites
1 quarto single em regime APA
10º Dia- 31 Outubro –Hanoi/Hong Kong

VN 790 - Hanoi/Hong Kong –Partida 11h05
chegada 13h55

Transfer Aeroporto Hong Kong/Cais

Travessia Barco Hong Kong/Macau

Transfer Cais/Hotel/Aeroporto

Estadia Hotel Holiday Inn de 31/10 a 2/11/06- 2 noites

12º Dia-2 Novembro –Macau/Manila

PR 840 – Macau/Manila Partida 12h15 chegada 14h25
Transfer Aeroporto/Hotel/Aeroporto

Estadia Hotel Bayview Park Manila de 2/11 a 5/11/06-3 noites
1 quarto single em regime APA
15º Dia- 5 Novembro –Manila/Singapura/Denpasar

SQ 73 –Manila/Singapura Partida 14h20 chegada 17h50
SQ 148 –Singapura/Denpasar Partida 19h00 chegada 21h30

Estadia Hotel Santika Beach de 5/11 a 12/11/06-7 noites
22º Dia – 12 de Novembro-Denpasar/Bangkok/Frankfurt

TG 432 –Denpasar/Bangkok partida 17h20 chegada 2030

TG 920 – Bangkok/Frankfurt partida 2340 chegada
dia 13 Novembro as 05h30

23º Dia-13 de Novembro- Frankfurt/Porto

LH 4550 Frankfurt/Porto partida 09h45 chegada 11h20
PREÇO: 5000 EUROS

------------
 VIAGENS  
GOSTA DO MEU BLOG.
MUITO
MAIS OU MENOS
POUCO
NÃO GOSTA
Current Results
----------- Click for Viseu, Portugal Forecast
  • CRUZEIRO TRANSATLÂNTICO LISBOA-BRASIL
  • CRUZEIRO NO OASIS OF THE SEAS
  • CRUZEIRO NAS CARAÍBAS 2
  • CRUZEIRO DAS CIDADES BÁLTICAS
  • CRUZEIRO NAS CARAÍBAS 1
  • MÉXICO-RIVIERA MAIA
  • MARROCOS
  • EGIPTO
  • ISRAEL
  • BRASIL
  • NORDESTE BRASILEIRO
  • CHINA
  • MALÀSIA
  • TAILANDIA
  • SUDESTE ASIATICO
  • ITALIA
  • MÉXICO,CUBA E SENEGAL
  • BARCELONA
  • ISTAMBUL
  • AMÉRICA DO SUL
  • ÍNDIA NEPAL
  • ESTADOS UNIDOS
  • 4 CIDADES EUROPEIAS
  • TURISMO ESPECIAL
  • CURIOSIDADES DE VIAGENS
  • BAÚ DE RECORDAÇÕES
  • VISEU DE OUTROS TEMPOS
  • ESTRELAS DE CINEMA-MOVIE STARS 1
  • ESTRELAS DE CINEMA-MOVIE STARS 2
  • BEIJOS EM FILMES-MOVIE KISSES
  • CRÍTICAS DE CINEMA
  • CURIOSIDADES DE VIAGENS
  • MARAVILHAS DO MUNDO
  • TEATRO VIRIATO
  • COMPANHIA PAULO RIBEIRO
  • ARTE,ARTISTAS E MUSEUS
  • MUSEU GRÃO VASCO
  • A VIDA AMOROSA DE SALAZAR
  • CASA PIA E APITO DOURADO
  • OBRAS-PRIMAS DA PINTURA ERÓTICA
  • Deixe a sua mensagem

  • Outubro 2006
  • Janeiro 2007
  • Abril 2007
  • Junho 2007
  • Outubro 2007
  • Março 2008
  • Abril 2008
  • Maio 2008
  • Junho 2008
  • Julho 2008
  • Agosto 2008
  • Setembro 2008
  • Novembro 2008
  • Agosto 2009
  • Outubro 2009
  • Setembro 2010
  • Outubro 2011
  • Novembro 2011
  • Dezembro 2011
  • Janeiro 2012
  • Abril 2012
  • Setembro 2012
  • Outubro 2012
  • Dezembro 2012
  • Janeiro 2013
  • Abril 2013
  • Maio 2013
  • Fevereiro 2014
  • Maio 2014
  • Fevereiro 2015
  • Março 2015
  • *


    Web Site Counter

    Powered by Blogger

    *

    Mesothelioma Attorney
    Visitantes

    Visitantes do mundo

    free counters

    Obrigado pela visita


    MySpace Layouts pet friendly hotels C a myspace codes myspace quiz Myspace Video Codes

    Obrigado pela visita